Diário de Viagem

By: André Diop

stamp-of-windmill-in-holland

 

 

 

Saindo do rio na hora certa, sem complicações e um maravilhoso por do sol visto pela minha pequena janela… Ao meu lado um inglês e um brasileiro q esta indo fazer um tour pela Russia, Mongólia,China e etc. Comida quentinha muito saborosa, o cardápio foi fricassê de frango ou Farfalle, eu escolhi fricassê e uma heineken para acompanhar. E de sobremesa ainda veio uma torta de maca e um sonho de valsa.

kjio

248113_10152876988740643_53725962_n

Com vários canais disponíveis e com ótimos filmes q foram recém lançados no cinema… Eu optei for 007 skyfall.
não esta sendo tao tranquilo quando da ultima vez, esta tendo vários avisos de turbulência, mas nada para assustar. Tomando meu cafe e vendo filme daqui a pouco o sono bate… São 7:35 da manha, avião se aproximando do aeroporto charles de gaulle, avião já esta perdendo altitude, o sol esta bem forte e brilhante.

Chegada na holanda tranquila, ate antes do previsto por volta das 11:30am. Peguei a bagagem e fui direto para comprar o bilhete do trem que iria sair em 2 min então sebo nas canelas… Pegando o trem lotado, todos chegando de viagem… No meio do trajeto ficamos sabendo que um homem ficou parado na linha do trem impedindo todo mundo de andar… E agora? Pergunta aqui, pergunta ali e nada de previsão quando ira se liberada. Então no quiosque começa a distribuir cafe e chá para todos. Depois de 30 min uma noticia boa mas não ótima… Iria sair um trem em poucos min mas para o destino que eu estava indo não terá mais.. E agora, então perguntei para um mulher que estava indo para a mesma cidade então ela começou a me ajudar. Mas no meio da viagem precisamos trocar de trem pela ultima vez.

970373_10152877423280643_578940701_n

E ao chegar em Maastricht uma caminhada de 10 minutinho ate o hostel ombro dolorido, pés inchados de tanto ficar em pé. Chegando no hostel dei uma respiração de alivio. Recebi o cartão do quarto tudo certo, já tinha 3 pessoas la, uma australiana, um italiano ciclista e um alemão com cara de poucos amigos q só ficava no PC. Tirando o alemão o resto gente fina demais, damos um rolé pela cidade, compramos algumas coisas no mercado q saiu por 3 euros para duas pessoas e com bebida ainda. E o italiano querendo conhecer os Coffee shop mas todos as tentativas falharam, só é permitida a entrada de cidadães da bélgica, Alemanha e holanda. E assim a noite termina com o italiano triste e ate eu também q não conheci o ambiente por dentro.
Na manha seguinte terça-feira, um alarme dispara e um hospede novo q tinha chegado na noite anterior mas não tinha visto ele porque ja estava destruído dormindo, o sujeito dá um salto da beliche parecendo um ninja muito louco, todo chão tremeu e se tinha alguém no andar de baixa deve ter se assustado muito…

935440_10152880724580643_347550755_n

Depois dessa cena vamos para o café, e na volta do café o italiano e a australiana se preparam para partir. E acabei com o quarto vazio… E caminhando sozinho haha
Achei um local na praça onde consigo internet grátis então daqui ninguém me tira! Fui ao mercado comprar meu almoço e voltei pra onde? Para a praça onde tem internet… Mas não só na internet, também estava tomando um sol porque na sombra estava gelado.

263210_10152880768055643_88636113_n

Anúncios

Diário de Viagem – Argentina/Buenos Aires

By: Andre Diop

Olá pessoal vou escrever um pouco sobre minhas experiências de algumas viagens, primeiro vou começar falando dos nossos vizinhos argentinos (los Hermanos). Para quem nunca saiu do Brasil, a argentina será uma experiência ótima para futuras viagens, e uma das vantagens: baixo custo, idioma próximo do português, fácil acesso sem necessidade de visto ou passaporte. 1 cópia Para quem gosta de se aventurar tem uma opção um pouco mais barata que avião mas por outro lado mais longa e cansativa. No meu caso eu optei pelo Ônibus da Viação Pluma. Viagem tranqüilo, fazendo amizades durante o percurso e com parada para troca de ônibus em Foz do Iguaçu. Chegando na Imigração pessoas com identidade brasileira entra em uma fila diferente de pessoas de outros continentes. Brasileiros tem permanecia máxima de 3 meses. Nos guichês da imigração não precisa ter medo, apesar dos policias serem as vezes um pouco nervosos e falarem muito rápido, por isso preste atenção no que estão falando. Chegando na rodoviária de Buenos Aires pedi informação de onde pegar o metro, fui muito bem informado e alertado sobre o perigo que me esperava do lado de fora, a senhora fala bem seria e com gestos para agarrar minha bolsa devido aos assaltos ao redor da rodoviária, muitos imigrantes ficam ali caçando e esperando para dar o bote. Na estação do metro tomei um susto ao pagar a passagem, preço super baixo… não tem a mesma limpeza que temos mas existem muitas estações. Chegando no albergue The Ritz morrendo de cansaço paguei por volta de 25 reais com café incluso. tomei um banho e deixei as coisas no quarto e partimos em um role pela cidade e um dos pontos principais o Obelisco fica há uns 2 min de caminhada é muito movimentada a noite e durante o dia também. H04

obelisco__buenos_aires_by_cecyvalkyria-d31ejw5

Como meu objetivo não era Buenos Aires fiquei apenas um dia e meio e depois partir para Bariloche de ônibus mais uma vez, viagem com duração de 24 horas com lanche, jantar e etc, serviço muito bom e passamos a noite de natal dentro do ônibus, nossa ceia foi o jantar da empresa de ônibus. Chegando em b Bariloche e como não tinha reservado hotel nenhum, fomos a procura de algum lugar para dormir, nas primeiras tentativas nada, mas não desistimos e achamos um albergue chamado Hostel Achalay preço muito bom, recepção excelente, quartos limpos, porta de entrada com senha e café incluso. Hostel-Achalay-photo512245-5 ano novo - bariloche Bariloche tem muito para se fazer no verão porque no inverso só dá mesmo é para esquiar. Tem muitas opção de esportes e aventuras, nosso primeiro passeio foi alugar uma bike e percorrer por volta de 60 km pedalando, passando por montanhas, rios e florestas. Para quem gosta de trilhas lá não irá faltar, existe milhares e todas com uma duração um pouco acima do que as pessoas estão acostumas a trilhar. Mas com uma galera você nem vai perceber o tempo passar.

18373_420379220642_5574329_n 18373_420379585642_4629148_n

Opções para comer não vão faltar, há restaurantes ótimos e Pubs para todos os gostos. A noitada e bem agitada e o frio vem com tudo então prepare-se leve roupas impermeáveis, luvas, toucas, botas. Se quiser tem muitas lojas de roupas. Quem estiver com um grupo pequeno uma boa opção é alugar um carro porque tem lugares que você ira demorar muito se for de ônibus e tem lugares que ônibus não chega. As cidades perto de Bariloche são uma opção a mais para explorar a região.

 

argentina-casa-rosada-001 Caminito-La-Boca